sábado, 31 de maio de 2008

A Arte de Dizer NÃO


Você já chegou ao limite. Na verdade passou dele, pois não pode pagar suas dívidas de uma vez só!


Seja bem vindo a um imenso grupo de brasileiros, que como nós, estão se afogando em dívidas no momento. Não importa a razão pela qual você se meteu nessa enrascada, o importante é que você já reconheceu que tem um problema (pois está aqui lendo este blog) e quer começar a agir.

E como começar? Simples, o primeiro passo é dizer NÃO. Diga não ao consumo de coisas supérfluas e assuma um compromisso consigo mesmo, o compromisso da sua reconstrução financeira.

Uma das primeiras oportunidades de dizer NÃO é na hora de sair nos fins de semana. Um casal quando vai para uma boate, chega a gastar perto de R$ 100,00 apenas dentro da boate, fora o transporte! Eu sei que é muito difícil dizer NÃO no fim de semana, afinal de contas, nos matamos de trabalhar durante a semana, somos filhos de Deus e precisamos relaxar. Então que tal ao invés de cair na balada fazer um "passeio econômico", como pegar um cineminha? Vamos contabilizar quanto se gastaria em média, aqui em São Paulo.
  • Cinema: R$ 17,00 (inteira) * 2 = R$ 34,00
  • Lanche: R$ 10,00 * 2 = R$ 20,00
  • Passagens do metrô: R$ 2,40 * 2 * 2 (ida e volta) = R$ 9,60
Nesse "passeio econômico" vamos gastar R$ 63,60 - quase R$ 40,00 a menos do que ir pra balada. Legal né? Entretanto, será que é possível fazer alguma coisa legal que seja mais econômica? Depende de você e da sua namorada, ela também tem que estar comprometida com a sua causa! Que tal pegar um DVD, ao invés de ir pro cinema?
  • DVD: R$ 7,00 (se for lançamento)
  • Pizza: R$ 16,00
  • Cervejas: R$ 2,00 * 4 (duas latinhas pra cada um)
A versão econômica do "passeio econômico" custaria R$ 31,00 - uau, menos que a metade do "passeio econômico" e menos que um terço da balada! Imagine que se você fizer isso duas vezes por mês vai economizar uns R$ 138,00. No meu caso já dá pra pagar o celular e ainda sobra um pouco!

Acredito que você já esteja entendendo porque é importante dizer não, com esse simples exemplo. Outra oportunidade boa para dizer não é na hora de comprar coisas que você acha que são necessárias. Imagine o caso do Zé. Ele tem uma TV comum de 20" na sala, onde ele assiste a programação aberta e as vezes assiste filmes em DVD. Ele acha importante trocar de TV para ter um equipamento com imagem de alta definição, quer pegar uma TV LCD de 32".

Uma televisão dessas sai em torno de R$ 1800,00 para quem vai pagar a vista, mas o Zé não tem essa grana e quer comprar a TV mesmo assim. Conseguiu comprar parcelada em 12x de R$ 166,67. No mês seguinte entrou no cheque especial porque tinha esquecido que também tinha que pagar o seu notebook, comprado no fim do ano passado, numa "promoção imperdível".

Qual é a moral da história do Zé?
  • Ele tinha uma TV que funcionava perfeitamente e que nunca lhe deu problema, mas por um impulso consumista acabou comprando outra que mal cabe no móvel da TV anterior
  • Por ter decidido comprar a TV de forma impulsiva, ele não juntou dinheiro e preferiu contrair uma dívida de R$ 2000,00 a longo prazo
  • Por ter agido de forma impulsiva, comprometeu mais ainda seu salário por um ano, sem nem saber se era possível encaixar aquela "parcelinha" no seu orçamento
Então eu te pergunto Zé, valeu a pena? E você caro leitor, quantas vezes já fez besteiras como fez o Zé?

Reflita sobre essa historinha do Zé e sobre o exemplo da balada, com certeza vai aparecer alguma coisa que você pode mudar na sua vida para pegar o rumo da reconstrução financeira.

6 comentários:

Teresa disse...

Aho que vou começar a aderir esse programa de cinema em casa nos fins de semana :p
Reparei a diferença entre sair p a balada e ficar em casa vendo um filme ou até mesmo ir ao cinema e quanta diferença hein?
Valeu pela dica.E parabéns pelo blog.

pablo disse...

Realmente ficar em casa rende muito mais no fim do mes.Estou cheio de dividas e agora pude perseber que tambem existem outros meios de diversão sem gastar muito.

leandro disse...

Gostei do blog.Ótimas dicas.
MUito bom.

Gustavo disse...

Legal as dicas.Gostei do blog.

Trizinha disse...

Realmente precisamos ter consciência dos nossos gastos para n fecharmos o mês sempre no vermelho.

Fernando disse...

BOM BLOG.ESSAS DICAS E SUgESTÕES SÕA SEMPRE VINDAS PARA BRASILEIROS QUE GANHAM POUCO E TRABALHAM MUITO.